Tag Archives: dicas de carreira Produtive

Por que o vírus exigirá líderes com um modelo mental mais moderno

Neste momento em que equipes estão sendo desafiadas a trabalhar numa situação incomum e imprevisível, surge a necessidade de um modelo de liderança capaz de engajar e desenvolver pessoas no caos. Em seu novo artigo para a VOCÊ S/A, Rafael Souto, CEO da Produtive, discorre sobre este tema, indicando estratégias para a liderança ser mais efetiva e com modelo mental mais moderno.

Chefes que coordenam os times baseados em hierarquia rígida, comando e controle, terão de repensar modus operandi no contexto pós-pandemia

Não é de hoje que discutimos a transformação dos modelos de gestão para lidar com a rápida evolução dos negócios e do trabalho contemporâneo. E a pandemia de coronavírus é um acelerador dramático dessas mudanças.

Os já fragilizados modelos de liderança baseados em hierarquia rígida, comando e controle, por exemplo, foram postos em cheque. O mesmo acontece com a dificuldade de chefes falarem com times sobre carreira. Delegar essas conversas difíceis para a área de recursos humanos é uma atitude que ficará no passado.

Neste momento em que diversas equipes estão em home office, sendo desafiadas a trabalhar numa situação atípica e bastante imprevisível, surge a necessidade urgente de um modelo capaz de engajar e desenvolver pessoas no caos.

Certa vez, eu estive em um almoço com o guru de negócios Ram Charan conversando sobre os desafios de gestão. Num tom incisivo, o indiano e mentor de muitos CEOs importantes indagou: “Quer saber se um executivo é mesmo orientado a pessoas?”. Fiquei atento e logo veio a resposta: “Basta olhar a agenda da próxima semana”. E ele prosseguiu: “Veja quanto de tempo ele investe em conversar sobre os funcionários, ou se o seu foco está somente nos processos e nas metas”.

Esse célebre professor de Harvard resumiu em uma fala o que hoje entendemos como o novo jeito de pensar sobre carreira e trabalho. A vida profissional não se resume aos seus papéis no trabalho atual. Essa ideia, chamada de “life design”, ganhou força nos últimos anos quando diversos estudiosos do tema consolidaram essas reflexões, entre eles o expoente professor Mark Savickas, da Universidade de Kent, nos Estados Unidos.

Considerando que a vida no trabalho abarca vários aspectos, o líder precisa integrar na sua avaliação a saúde física, o equilíbrio emocional, o contexto familiar e os interesses futuros de cada funcionário. Ou seja, fazer gestão de pessoas significa conversar sobre carreira, vida pessoal, sonhos e expectativas.

Num contexto de pandemia não podemos isolar os aspectos pessoais. O engajamento se dá quando a liderança compreende os aspectos de vida dos indivíduos e consegue dar apoio para o seu desenvolvimento. E isso não significa abrir mão das metas e rotinas operacionais, mas sim incluir conversas mais amplas sobre a vida do indivíduo.

Tenho falado constantemente sobre a importância da confiança como moeda organizacional. É o combustível do novo mundo do trabalho. Se a liderança estabelece uma relação com vínculo e confiança, conseguirá melhores resultados. Não à toa, um estudo recente da consultoria Gartner mostrou que 88% dos entrevistados não se sentem confortáveis para revelar suas intenções sobre carreira ou compartilhar dificuldades com seus gestores. O medo e a falta de transparência ainda são preponderantes, embora o discurso corporativo e os valores fixados na parede dos escritórios explorem a retórica da transparência e da comunicação aberta.

Duas perguntas para… Eduardo Carmello

O Design Thinking tem sido cada vez mais utilizado como uma metodologia de inovação de empresas ou startups, assim como para a resolução de problemas organizacionais. No Duas Perguntas Para… de hoje, a participação é de Eduardo Carmello, Especialista em Design Thinking e Consultor Organizacional e Educacional e Diretor da Entheusiasmos Consultoria em Talentos Humanos, que além de explicar como a ferramenta pode ser utilizada nas empresas, fala sobre as habilidades que as empresas têm demandado dos profissionais, principalmente em cenários cada vez mais complexos e imprevisíveis. Vamos conferir?

Duas perguntas para… Caroline Marino

Esta segunda-feira não poderia começar melhor! Na edição do “DUAS PERGUNTAS PARA” de hoje, recebemos a Caroline Marino, uma das autoras do livro “Startups – Guia prático para criar uma empresa de sucesso”, além de jornalista e produtora de conteúdo de grandes veículos de comunicação. No vídeo, ela oferece dicas, com ferramentas de fácil aplicação de como mudar o nosso mindset do analógico para o digital. E também ainda mostra por onde os profissionais interessados em apostar em um novo negócio podem começar. Está imperdível, confira!

 

Duas perguntas para… Daniela Verdugo

O “DUAS PERGUNTAS PARA…” de hoje traz Daniela Verdugo, headhunter e sócia-fundadora da T.H.E Consulting, que fala os segmentos que estão em alta no momento, além de comentar sobre os impactos da Reforma da Previdência na economia e na abertura de novas posições nas empresas.

 

Duas perguntas para… Claudia Cavalcante

O “DUAS PERGUNTAS PARA…” de hoje traz Claudia Cavalcante, especialista em Diversidade e Inclusão e Sócia Fundadora da Verte Consulting. Ela comenta como o tema Diversidade e Inclusão tem se desenvolvido nas empresas e ressalta que quanto mais diversidade há na equipe, mais inovadora e lucrativa é a organização. Ela também acentua, como parte do desafio das organizações, a importância da transformação cultural para criar um ambiente inclusivo e potencializar cada vez mais a diversidade. Confira o conteúdo na íntegra!

 

Duas perguntas para… Jeffrey Abrahams

Você que nos acompanha por aqui, sabe que fazemos diversos eventos exclusivos para os nossos clientes, com palestras de conexões, parceiros e especialistas referências de mercado que oxigenam uma diversidade imensa de conhecimento, e revelam tendências e aplicabilidade de técnicas e metodologias. Tudo isso para ampliar repertório, colaboração, networking e, claro, preciosos insights. Hoje, você acompanha conosco o “DUAS PERGUNTAS PARA…”, o novo espaço que a Produtive criou para levar conteúdos significativos de carreira e visão de mercado a você. Nesta super estreia, quem marca presença é Jeffrey Abrahams, especialista no mercado de agronegócios e Managing Partner da Fesa Group.

 

Estou em busca de recolocação, quais pilares de Carreira devo ter mais atenção?

É de extrema importância termos atenção em todos os pilares de carreira para buscar por equilíbrio e fazer os devidos ajustes quando necessário. Em períodos de transição de carreira, alguns deles se destacam! É sobre esse assunto que a super Consultora Sênior de Carreira da Produtive, Deisy Razzolini, fala no Produtive Carreira LAB de hoje. Dê o play e veja quais são os pilares e a importância deles neste momento de vida do profissional.

 

 

5 erros que podem te eliminar de um processo seletivo

Você que está isolado em casa, nesta situação do Coronavírus, e tem passado por processos seletivos online, pode aproveitar esse conteúdo para mandar bem em uma entrevista de emprego. No Produtive Carreira LAB de hoje, a nossa super Consultora de Carreira, Fernanda Bitarello, mostra os erros mais comuns que levam a uma reprovação no processo seletivo. Alguns podem ser óbvios, mas outros são tão corriqueiros que passam desapercebidos e podem tirar a sua chance ainda na primeira etapa! Aperte o play e confira!