Tag Archives: currículo

Quais os 5 erros mais cometidos no currículo

São muitas as estratégias utilizadas para a estruturação de um currículo e é muito comum notarmos erros que podem comprometer a participação de um(a) candidato(a) em um processo seletivo. Na edição do Produtive Carreira LAB de hoje, nosso Consultor Sênior de Carreira, Francis Nakada, aponta alguns desses equívocos e faz alertassobre suas implicações na tomada de decisão dos recrutadores. Confira o vídeo!

 

 

Qual o tamanho ideal de um currículo?

Em média, um recrutador leva de 10 a 12 segundos para avaliar um currículo, o que torna um grande desafio para os profissionais que estão busca de um novo trabalho definir o tamanho ideal deste documento de apresentação e destacar as informações mais estratégicas e essenciais de sua trajetória profissional. No Produtive Carreira LAB de hoje, o Consultor Sênior de Carreira da Produtive, Francis Nakada, responde a esta questão. Vamos conferir?

 

 

Modelos de Currículo

A primeira função de um currículo é instigar o(a) recrutador(a) a chamar o(a) profissional para uma entrevista de emprego. A segunda função é servir como roteiro da conversa na etapa presencial do processo seletivo. A Produtive participou de uma reportagem para a Exame.com e o nosso Consultor Sênior de Carreira, Francis Nakada, indicou quatro modelos de currículos, sendo eles para pessoas que estão no início de carreira, para aquelas que são Especialistas ou Gerentes Junior, para posições Gerenciais e para níveis de C-Level. É só fazer o download e preencher com suas informações.

Posições iniciais

Faça o download do modelo da Produtive Se você está começando a sua trajetória profissional, esta disposição das informações é a mais indicada para você, segundo Francis Nakada, consultor da Produtive. Isso porque o modelo ajuda a explorar estágios, intercâmbios, cursos complementares, eventos e palestras – tudo que possa já indicar uma possível área de interesse do jovem candidato. Informações adicionais, como trabalhos voluntários, também têm espaço garantido neste template. É importante: os recrutadores costumam usar esses dados para verificar se o perfil do jovem profissional está alinhado à cultura da empresa.

Especialista ou Gestor Júnior

Faça o download do modelo da Produtive De acordo com Francis Nakada, consultor sênior de carreira da Produtive, este template vale para quem está formando sua identidade profissional, isto é, começa a direcionar sua carreira para uma determinada área. Este formato de CV é adequado para essa fase porque tem foco na especialização do profissional, geralmente orientada à sua área de interesse. O modelo também põe em destaque a execução de atividades, além de informar as atribuições e responsabilidades em cada cargo, bem como certificações e cursos relevantes.

Gerente/Diretor

Faça o download do modelo da Produtive Este tipo de CV combina com o momento da consolidação profissional de um executivo. “Nessa hora, é importante que o currículo deixe de transmitir tantas informações da rotina operacional e passe a enfatizar outras questões”, diz Francis Nakada, consultor sênior de carreira da Produtive. Por isso, o foco aqui está nos dados gerenciais, como budget, faturamento, gestão de equipe (direta ou indireta), relatórios e estruturação de projetos. Também vale a pena destacar resultados, como redução de custos e otimização da receita, além de explicitar as áreas que já estiveram sob a sua responsabilidade. 

CEO

Faça o download do modelo da Produtive O currículo do CEO normalmente é enxuto e objetivo, pois o executivo que alcançou esse patamar não precisa se apegar a longas descrições, afirma Francis Nakada, Consultor Sênior de Carreira da Produtive. A sugestão do especialista é destacar as principais ações que trouxeram impacto para a empresa, tais como histórico de fusões ou aquisições, estratégia e planejamento de negócios e resultados.

Qual o objetivo do currículo para mercado?

Ao contrário do que muitos pensam, o objetivo do currículo não é contar toda sua história profissional necessariamente. “Como não?” A gente explica em vídeo publicado no Produtive Carreira LAB, novo espaço de conteúdo da Produtive.

O Consultor Sênior de Carreira da Produtive, Francis Nakada, fala sobre os objetivos de um currículo e o que deve ser considerado neste material quando o foco está na busca por uma recolocação no mercado de trabalho.

Confira as dicas que o especialista propõe na íntegra!

 

Acesse e baixe seis modelos de currículos para diferentes perfis e interesses profissionais

 A consultora de mercado da Produtive, Márcia Straliotto, ofereceu dicas para elaborar currículos com diferentes objetivos. Veja quais são na matéria do Zero Hora.

currículo pode ser considerado uma porta de entrada para o mercado de trabalho. Bem feito, ele tem potencial para levar você a uma primeira entrevista de emprego e pode até ser decisivo para o recrutador no momento de escolher entre dois ou mais profissionais.

Por isso, é importante saber construir um currículo de acordo com o seu perfil e com o seu objetivo. Separamos seis modelos de currículos para cinco perfis profissionais, além de uma modelo padrão, e dicas de especialistas para preenchê-los da maneira correta. Confira:

1- Estudante que nunca trabalhou e busca a primeira oportunidade de estágio

O que é importante destacar: é fundamental deixar claro que você está em busca da primeira oportunidade profissional. Daiane de Souza, consultora de recrutamento e seleção da Metta Capital Humano, orienta que, neste caso, seja destacada a formação acadêmica. Experiências como ajudar o tio em uma oficina, por exemplo, podem agregar qualidade ao currículo. Outras informações que você considere importantes, tais como trabalhos voluntários, projetos ou prêmios acadêmicos, podem entrar no item “Informações Adicionais”, que deve estar no final do currículo. Baixe aqui um modelo.

Reprodução / Reprodução
Reprodução / Reprodução

 

2- Estudante que quer se inserir no mercado de trabalho com uma vaga efetiva

O que é importante destacar: segundo a consultora Daiane de Souza, depois dos dados pessoais, é fundamental colocar o objetivo, que seria o cargo que você deseja ocupar na empresa. As experiências profissionais devem ser inseridas em ordem decrescente: comece pela mais atual. Não esqueça de colocar o mês e o ano em que você ingressou e saiu de uma empresa. Além disso, é essencial descrever as principais atividades desempenhadas durante sua atuação em cada corporação. Baixe aqui um modelo.

Reprodução / Reprodução
Reprodução / Reprodução

3- Profissional formado que deseja iniciar uma carreira na sua área

O que é importante destacar: de acordo com a coach executiva Simone Kramer, vice-presidente de expansão da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), neste modelo de currículo, é importante valorizar também as atividades que não têm foco profissional, como trabalho voluntário, cuidar dos sobrinhos ou dos filhos da vizinha, por exemplo. Essas iniciativas mostram o seu perfil, além de indicar iniciativa e disponibilidade. Viagens para o Exterior podem ser inseridas como uma informação adicional, para apontar suas experiências com a diversidade cultural. Simone destaca que colocar apenas o cargo exercido não especifica a sua atuação — é importante citar as atividades executadas. Baixe aqui um modelo.

Reprodução / Reprodução
Reprodução / Reprodução 

4- Alguém que quer migrar para outra área profissional

O que é importante destacar: pessoas com experiências mais generalistas que desejam migrar para outro campo profissional devem deixar claro no objetivo qual área é o foco. Deve-se dar destaque para as atividades desempenhadas e os cursos complementares que estão mais próximos do ramo de interesse. Márcia Straliotto, consultora de carreira da Produtive Carreira e Conexões com o Mercado, ressalta que no atual momento econômico, empresas têm recursos enxutos e, de modo geral, valorizam a experiência na área. Assim, mesmo que o você não tenha ocupado um cargo no ramo que deseja, todas as experiências, competências, projetos e cursos que estejam relacionados ou tenham proximidade com esta área desejada devem ter visibilidade. Baixe aqui um modelo.

Reprodução / Reprodução
Reprodução / Reprodução 

5- Alguém com vasta bagagem profissional que busca cargo superior ao atual

O que é importante destacar: o objetivo profissional precisa ser incluído, pois ele serve para constatar o foco de interesse do candidato. O resumo das qualificações adapta-se para que pessoas com uma bagagem ampla possam destacar e resumir suas competências técnicas e principais experiências, como conhecimentos diferenciados para a área de atuação do profissional. Trata-se de uma breve apresentação da trajetória do profissional. De acordo com Natalia Thormann, consultora do Escritório de Carreiras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), no primeiro momento, o recrutador olha os dados pessoais, o objetivo profissional e o resumo das qualificações — são esses itens que dão a primeira ideia sobre o candidato para o recrutador. Natalia recomenda que não sejam colocadas todas as experiências profissionais, pois, segundo a consultora, o currículo deve ter, no máximo, duas páginas. A dica é inserir as quatro últimas experiências, sempre dando destaque às atividades que têm mais relação com a oportunidade que o profissional está buscando. Também é importante colocar os resultados alcançados em cada empresa que você atuou, como metas, conquistas e projetos, que mostram o seu diferencial. Baixe aqui um modelo.

Reprodução / Reprodução
Reprodução / Reprodução 

6- Modelo padrão, para qualquer perfil profissional

O que é importante destacar: nunca esqueça de colocar seus dados de contato, que são constituídos pelo telefone e e-mail. O objetivo é fundamental para qualquer perfil profissional, pois deixa claro para o recrutador qual a intenção do candidato dentro da empresa. É indispensável descrever sua formação acadêmica, especificando se você está cursando algo, qual o semestre, a previsão de conclusão e a instituição. Se você já é formado, deve colocar a sua formação, o ano no qual concluiu e também a instituição. De acordo com com a coach executiva Simone Kramer, vice-presidente de expansão da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), esses três itens — dados, objetivo e formação acadêmica — são os básicos de qualquer currículo. Baixe aqui um modelo.

Reprodução / Reprodução
Reprodução / Reprodução 

Fontes: Daiane de Souza, consultora de recrutamento e seleção da Metta Capital Humano; Simone Kramer, coach executiva e vice-presidente de expansão da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH); Márcia Straliotto, consultora de carreira da Produtive Carreira e Conexões com o Mercado; Natalia Thormann, consultora do Escritório de Carreiras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).