Quem será mais competitivo no “pós-crise”: generalistas ou especialistas?


Rafael Souto, presidente da Produtive, diz que o generalismo é importante mas como um complemento porque a sustentação está no foco. “Carreiras mais competitivas são aquelas em que o profissional tem uma entrega sólida”, diz Souto. Ele não enxerga mais espaço no mercado de trabalho para quem tem conhecimento superficial. Confira, em vídeo publicado na Exame.com.

 

 

permalink | enviar por email
Solicite mais informações

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Unidade Produtive de preferência (obrigatório)

Assunto (obrigatório)

Sua mensagem (obrigatório)

close
Contact us